terça-feira, 17 de novembro de 2009

Judocas paraolímpicos recebem patrocínio da INFRAERO

video

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) assinou nesta segunda-feira (16) um acordo de patrocínio anual com o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), no valor de R$ 500 mil. A empresa, que já patrocina o judô olímpico desde 2005, é a primeira a patrocinar uma modalidade paraolímpica.
Ao assinar o acordo, em cerimônia no Aeroporto
Internacional Juscelino Kubitschek, o presidente da estatal, Murilo Marques , ressaltou a importância de investir no esporte e em ações sociais.
A palavra patrocínio neste momento representa muito mais do que um apoio financeiro ou uma estratégia de marketing. Conota uma ação social, de incentivo ao
esporte , uma atitude de Brasil , afirmou.
O presidente do CPB, Andrew Parsons, destacou que é interesse de toda a nação o apoio ao
esporte paraolímpico e defendeu a igualdade de oportunidade entre os atletas. Ao citar as vitórias do judoca Antonio Tenório nas Paraolimpíadas de Atlanta (1996), Sidney (2000), Atenas (2004) e Pequim (2008), o presidente lembrou que os medalhistas empunham a mesma bandeira e entoam o mesmo Hino Nacional .
O judoca comemorou o incentivo e garantiu que o patrocínio vai ser fundamental aos
treinos para o Campeonato Mundial de Judô de 2010, em Antália (Turquia), os Jogos Panamericanos de 2011, em Guadalajara (México), e as Olimpíadas de 2012, em Londres (Inglaterra ).
Tenório lamentou, no entanto, que atualmente há pouco patrocínio aos atletas que competem individualmente. A maior dificuldade que enfrentamos hoje é com o patrocínio individual. Falta material humano. Ele acredita que a iniciativa da Infraero vai motivar outras empresas.
O judoca esteve presente ao evento acompanhado dos também
medalhistas dos Jogos Paraolímpicos de Pequim Karla Cardoso, Daniele Silva, Deanne Silva e Michelle Ferreira. Os atletas, deficientes visuais, fizeram uma breve apresentação da modalidade no encerramento da cerimônia.

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR com Agência
Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por contribuir com sua opnião!!!