domingo, 22 de janeiro de 2017

O DIREITO A "VOZ" CASSADO ILEGALMENTE.

Resultado de imagem para PESSOAS CALADAS

Prezados amigos e amigas do Basquetebol em Cadeira de Rodas Brasileiro,

Venho mais uma vez, aqui em meu blog, desta vez para denunciar a forma como foi conduzida a Assembleia de Eleição da CBBC, realizada no último dia 19, em Brasilia.

Em uma condução irregular da Presidência da Mesa, foi colocado à decisão para plenária, se os delegados poderiam de manifestar naquela Assembleia, mesmo sendo transparente e claro o Direito a Voz e Voto de cada delegado presente , conforme prevê o Estatuto em seu artigo 84, inciso II, que trás o direito do filiado a participar da Assembleia Geral, na forma prevista no Estatuto e que em seu Artigo 15º, define que a Assembleia Geral será composta pelos delegados, conforme as regras do Estatuto, todos com direito a VOZ e VOTO, e que esta é o PODER MÁXIMO da CBBC.

Mesmo existindo aquela máxima de que a "ASSEMBLEIA É SOBERANA", ela não pode ir de encontro o que está previsto no ESTATUTO, caso quisesse de fato alterar as regras , deveria ter previamente aprovado isso em uma Assembleia de revisão estatutária..o que não ocorreu..

Resultado: 28 votos , decidiu-se, irregularmente, a cassação da VOZ de todos os delegados!!

Uma afronta à Democracia e ao Estatuto da CBBC.


sábado, 21 de janeiro de 2017

PROCURAM-SE AS PESSOAS QUE ESTÃO POR TRÁS DAS PROCURAÇÕES!!

Resultado de imagem para PESSOAS SEM ROSTOS




AMIGOS E AMIGAS DO BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS BRASILEIRO,

Esta é a primeira de muitas reflexões que apresentarei sobre o processo eleitoral recém acontecido e que deu mais 4 anos para a continuidade do grupo que há 8 anos está a frente da CBBC.

Quero deixar registrado aqui no meu Blog minha INSATISFAÇÃO, com a possibilidade, mesmo que "legal", de ser permitida a votação por PROCURAÇÃO...pelo menos da forma como é usada...


Não sou contra, entendo que em algum momento um DIRIGENTE, possa não poder participar de uma Assembleia e neste caso transfira estes poderes para alguém de sua organização que irá representá-lo, mostrando a sua cara e assim não fugindo do compromisso de seu Clube com o Basquete em Cadeira de Rodas Brasileiro...


O que eu não concordo é de que alguns dirigentes, não foram poucos, nesta assembleia realizada nesta última quinta feira, dia 19, delegaram o seu poder de decisão a pessoas que tenho certeza, nem ele e ninguém nunca viu e nem mesmo voltará a ver, quer seja em outra assembleia ou mesmo nos CAMPEONATOS, onde muitos "sofrem" para conseguir competir.

Depois estes mesmos dirigentes não poderão reclamar pois não "colocaram a cara" neste momento de grande importância!!

Vou ressaltar sempre daqui para frente, precisamos cada vez mais de Dirigentes , que não sejam daqueles, como andam dizendo por aí, que se contentam por "passagens aéreas"..muitas vezes..recebendo somente a "ida" para a Assembleia..para depois receber a "volta", caso "tudo dê certo"...passam 04 anos na dificuldade..e na hora de fazer valer sua vontade...não votam com seu CORAÇÃO...

Continuamos com o "COMPROMISSO COM A MUDANÇA"...

Essa mudança de mentalidade passa a ser uma prioridade..Libertar nosso basquete de mentalidade como estas...que só levam ao retrocesso!

O QUE NOS MOVE E NOS UNE É A NOSSA PAIXÃO PELO BASQUETE!!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Resultado de imagem para careca com oculos fundo de garrafa desenho










Prezados amigos e amigas do Basquetebol em Cadeira de Rodas Brasileiro,



ESCLARECIMENTO QUANTO AS DECLARAÇÕES 
DO SR ALEXANDRE LOURENÇO RODRIGUES - 
 REPRESENTANTE DOS ATLETAS NO CONSELHO DELIBERATIVO DA CBBC.



O Sr. Alexandre Rodrigues, Membro do Conselho Deliberativo da atual gestão da CBBC, em sua participação em uma sabatina, na data de ontem, dia 10 de janeiro, no Whatsapp do "Basketeiro de Plantão", ao fazer as suas considerações finais o mesmo se pronunciou da seguinte forma:


"...quando foi a reeleição da Naise a gente tinha três forças com intenção de formar chapas, no final foram duas chapas homologadas para disputa mas com um detalhe, não sei se todos já sabem, o Professor Lincoln encabeçava a chapa de oposição à Naíse...só que por uma infelicidade dele e eu acho que de toda a modalidade aconteceu um fato que me envergonhou, eu me envergonho como atleta e participante deste movimento, que ele lançou "sua" candidatura e pra quem não sabe.,,quando você lança uma chapa o Clube ele tem indicar esta chapa, algum clube , filiado e apto para voto e aí o professor acabou pegando uma declaração de uma pessoa de um  clube do Gama , Distrito Federal que não estava apta para indicá-lo para a eleição, fato é que no momento da eleição, um pouco antes de iniciarmos a votação o representante oficial da Associação, chegou e desfez a indicação dele, pois ele estava com a indicação de uma pessoa que não tinha a autorização para indica-lo e no final das contas a chapa dele foi invalidada. Foi feio para o movimento, foi triste para ele pois ele tinha intenção de disputar, foi feio para todo mundo, pois para que tem curiosidade é só pegar e fazer uma leitura da ata de eleição, da última eleição, que vai ver essa passagem lá...."

Gostaria de esclarecer que o fato relatado pelo nobre conselheiro não está de acordo com os fatos acontecidos no processo eleitoral citado por ele em sua fala  e que se encontra-se transcrita acima.

A VERDADE DOS FATOS.

  1. A pessoa a quem o sr. Alexandre se refere é o Francisco Roque, que de fato era Presidente a época da Associação dos Deficientes do Gama - DF e tinha toda legitimidade para fazer a indicação da Chapa "Paixão pelo Basquete".
  2. O que efetivamente aconteceu, foi que após aprovado do "indeferimento" das propostas de impugnações, encaminhadas pela ADGE, uma impugnação contra a chapa "Rodas do Progresso" e outra contra o próprio "Processo Eleitoral"como um todo, onde os encaminhamentos feitos estavam em total conformidade com o processo estatutário, o Delegação da ADGE, que representava a referida Associação na assembléia de Eleição, informou que a orientação de sua Entidade seria de retirar os pedidos de impugnação.
  3. Não tenho a informação de que o referido representante apresentou algum documento que legitimasse tal posição da Diretoria da ADGE, o que se tem é somente a citação na ATA de que ele externou está opinião, e que partia de um Delegado credenciado especificamente para representar a Associação do Gama naquela assembleia.
  4. Como todos podem constatar no trecho tirado da ATA (abaixo), citada pelo Sr Alexandre, não se vê em nenhuma parte a situação acima descrita quando ele até mesmo orientou para que as pessoas procurassem as informações na ATA que encontrariam nela  a situação relatada por ele, pois vejam:
  5. Em conversa na tarde de hoje, com o Sr. Alexandre Rodrigues, indaguei o mesmo se ele podia me dizer de que lugar da ATA ele tinha tirado as informações que ele havia passado na SABATINA da última segunda feira. O mesmo me esclareceu que o texto da ATA estava mau elaborado, assim relata ele: "Lá na ata menciona a situação da sua Chapa e a pessoa que redigiu, achei muito confuso...porque, assim...eu fiz umas duas leituras e achei muito confusa, o relato que eu estou dizendo é que eu estava lá (...) eu tenho a história toda na minha cabeça, eu estava lá, fui testemhnha ocular (...) agora eu fui lá onde está escrito(na ata) e realmente não dá para entender, eu não sei se quem transcreveu aquilo pra uma ata eu não sei se houve revisão, enfim...que inclusive não minha avaliação está mal redigida, porque é como se tivesse faltando palavras para juntar o que aconteceu.. mas eu lembro exatamente o que aconteceu (...) mas falar que eu li do jeito que eu narrei , não, eu não li do jeito do que narrei (na sabatina) eu tô dando meu depoimento pessoal...eu e me preocupei de ir lá na ata para ver se tinha essa passagem (...) tem a passagem..então foi um..eu acrescentei um informações da ATA..
Vejam a ata e tirem a suas conclusões:













COMO PODEM VER NA ATA NÃO DIZ NADA DE QUE HAVIA SIDO COLOCADA UMA PESSOA PARA ASSINAR A INDICAÇÃO DA CHAPA DE FORMA IRREGULAR...

Quero aproveitar para também fazer um contra ponto à fala do Sr Alexandre, quando disse que todos os dirigentes foram beneficiados do sistema e principalmente dos "Votos" da Diretoria e do Conselho Deliberativo...ele afirmou que ninguém nunca propôs a mudança deste dispositivo estatutário que garante este direito...

Vejam abaixo o documento enviado por mim, em 2010, quando presidia a Federação de Basquetebol em Cadeira de Rodas, para a Assembleia de revisão estatutária daquele ano..
Vejam que proponho a retirada do §2 no Art. 6 e que garante até hoje este desiquilíbrio em nosso estatuto:

















terça-feira, 10 de janeiro de 2017

PARECE QUE DEPOIS DE TANTO TEMPO NÃO APRENDEMOS NADA!!

A imagem pode conter: texto

Prezados amigos e amigas do basquetebol em cadeira de rodas brasileiro,


Gostaria inicialmente de parabenizar aos Clubes que estão com seus atletas desde o dia 08, em Recife,  participando dos treinamentos que visa selecionar  os 12 atletas que irão representar o BRASIL na COPA AMÉRICA SUB-23, em Buenos Aires, na ARGENTINA entre os dias 22 a 29 deste mês, lutando por uma das duas vagas para o Mundial SUB-23 de Junho no Canadá.













(foto de Divulgação - Site CBBC)

Estou certo que todos os atletas que estão lá , brigando por uma destas 12 vagas já são vencedores e estão dando tudo para alcançar este objetivo que é de representar as "cores verde e amarelo" nesta importante competição das Américas e classificar o Brasil para o Mundial, que atual gestão não conseguiu classicar em nenhuma das oportunidades que teve em sua gestão.

Para ficar registrada a última vez que fomos ao MUNDIAL SUB 23 foi em 2009. em Paris... pois já estávamos classificados pela gestão anterior a esta.

Ao mesmo tempo quero registrar também que lamento que a atual Gestão da Confederação somente agora está preparando nossa Seleção. Penso que este trabalho deveria ter respeitado a um planejamento que contemplasse um tempo muito maior de preparação de nossa seleção.

Já havia alertado que o trabalho com as Categorias de Base deveria receber um tratamento diferenciado a muito tempo, lembre a postagem de março de 2015:


Gostaria de me solidarizar também com os dirigentes destas mesmas equipes que se desdobraram e não mediram esforços para cumprir com todos os pedidos de documentação dos atletas convocados, inclusive arcando com as DESPESAS resultantes deste processo de identificação.

Ressalto que este esforço será de fato efetivo para somente 12 atletas, pois o demais serão cortados..

Em resumo , se a Confederação tivesse feito o seu trabalho de forma competente neste momento possivelmente já poderíamos ter o grupo definido , desta forma estes investimentos, mesmo que feito pelos clubes, seriam de fato para aqueles que defenderão o Brasil no final do mês na Argentina!!



Resultado de imagem para CARA BRAVO SEM GRANA NO BOLSO


Temos que trabalhar de forma profissional para garantir que tudo que estiver ao alcance da CONFEDERAÇÃO seja feito e a estrutura seja garantida aos atletas..para que estes possam ter a tranquilidade de realizar seu trabalho com qualidade e assim dar  o melhor retorno ao torcedor brasileiro.

O QUE NOS MOVE E NOS UNE É A NOSSA PAIXÃO PELO BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS!!













segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

ESCLARECIMENTOS SOBRE O PROCESSO DE CONCESSÃO DO BOLSA ATLETA DO MINISTÉRIO DOS ESPORTES















Prezados amigos e amigas do Basquetebol em Cadeira de Rodas Brasileiro,


No dia 26 de Dezembro, fiz um post sobre algumas dúvidas de como foi conduzido o processo de solicitação das Bolsas Atletas para os atletas do Basquete em Cadeira de Rodas, relembrem:


A dúvida estava quanto a concessão da bolsa ao ATLETA/DIRIGENTE Paulo César dos Santos, o "Jatobá".

Tenho novidades sobre o que "pode" ter acontecido:

Inicialmente vamos a cronologia dos fatos, pelo menos os fatos que são de conhecimento público:



  • A Portaria nº 164, de 6 de outubro de 2011 do Ministérios dos Esportes,  que normatiza a concessão do Programa do Bolsa Atleta foi alterada pela Portaria nº 31 de 15 de março de 2016 - (link abaixo) e dentre outras mudanças trouxe a VEDAÇÃO de concessão da bolsa a Dirigente de Entidades Nacionais, Artigo 2º, § 12º.

                                   PORTARIA Nº 61, DE 15 DE MARÇO DE 2016

  • No dia 23 de março foi publicado no Diário Oficial o Edital Nº 01, de 22 de março de 2016 (link abaixo), que estabeleceu as regras para inscrição e concessão da bolsa atleta para 2016. Neste edital veio ressaltado , mais uma vez, a vedação de concessão de bolsa para Dirigentes de Confederações Nacionais, especificamente no item 3.8 , "Dos critérios de concessão". Estabelecia também o prazo até o dia 7 de abril para as Confederações apresentarem a lista com os atletas a serem contemplados pelo Bolsa Atleta de cada Modalidade.



  • A CBBC apresentou dentro do prazo, até o dia 07 de abril, a referida listagem e dentre os atletas estava o Sr. Paulo Cesar dos Santos. Veja a listagem abaixo:











  • Lembro que na Assembleia de 18 de maio de 2016, o Sr Paulo César dos Santos, participou da mesa de condução da Assembleia Geral Ordinária, e no entendimento de todos, com quem já falei, o mesmo estava como Dirigente da CBBC.
  • Em 16 de junho a CBBC encaminhou o Ofício nº 64/2016 - PRE/CBBC, em atendimento ao requerimento do Ministério dos Esportes, onde declara que todos os atletas indicados pela Confederação no ato da inscrição para o Programa Bolsa Atleta estão APTOS a participar do pleito do Programa e que nenhum ocupava CARGO DE DIRIGENTE. Veja a Declaração:

















  • Segundo informações extra oficiais, fiquei sabendo que o Jatobá "renunciou" do cargo de DIRIGENTE DA CBBC. Não se sabe de fato em que data isso ocorreu. Alguns dizem que foi no início do ano, outra informação indica que foi somente em Julho.

    ALGUÉM SABIA DESTA INFORMAÇÃO?


Acabei de acessar a página da CBBC ( 02 /01/2017 às 16:57), e encontrei a indicação do Jatobá como DIRIGENTE, vejam:




TEMOS QUE TER UM POSICIONAMENTO CLARO DO QUE FATO ACONTECEU PARA QUE NÃO FIQUE PARECENDO QUE HOUVE UMA GESTÃO DA DIRETORIA ATUAL DA CBBC EM BENEFÍCIO PRÓPRIO. 

A ATUAL DIRETORIA TEM QUE VIR A PÚBLICO E APRESENTAR O DOCUMENTO DE RENÚNCIA DO PAULO CESAR DOS SANTOS.

DESDE DE QUANDO O JATOBÁ ESTÁ FORA DA DIRETORIA??







quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

LEGALIDADE OU OPORTUNISMO ?


Resultado de imagem para justiça












Prezados amantes do Basquete em Cadeira de Rodas Brasileiro,



Trago mais um tema de relevância para o processo eleitoral da CBBC. Como uma grande maioria de nossos dirigentes sabem, pelo menos a grande parcela bem informada, sempre fui contrário a esta aberração de nosso estatuto, que garante voz e voto a toda a Diretoria e Conselho Deliberativo, inclusive nos processos eleitorais.

No caso do processo eleitoral considero que além de não ser democrático, primeiro porque entendo que o papel de eleger os Diretores e Conselheiros deveria ser somente dos Filiados (Clubes e Federações), e segundo porque acaba provocando um desiquilíbrio, pois em um universo de 58 votos, você tem 9 , diretamente ligados o atual grupo político no comando da CBBC.

Tenho presenciado , pasmem, a nossa diretoria votando inclusive na aprovação das próprias prestações de contas, algo surreal!

Sempre me posicionei contrário a este direito de voto dos integrantes dos dois poderes, tanto a Diretoria Executiva , quanto do Conselho Deliberativo, prova é que uma das minhas propostas de Gestão a frente da CBBC é de trabalhar para que na primeira REVISÃO ESTATUTÁRIA, façamos esta correção. 

Se não bastasse esta situação que volto a afirmar, "surreal", vemos agora as movimentações desta Diretoria , preparando a realização da Assembleia Eleitoral, para o próximo mês de janeiro,  em sua 2ª quinzena, atendendo ao que determina o nosso Estatuto, em seu art. 17, inciso II, cabe considerar as seguintes situações:

Primeiro, testemunhamos a chapa de situação sendo lançada e já ficando claro o privilégio de informações, pois deixaram demostrar que já tinham o conhecimento da data da Eleição, supostamente o dia 18 de janeiro, data esta que até o momento não foi confirmada, mesmo porque não temos ainda definições importantes, como por exemplo a composição da COMISSÃO ELEITORAL, quanto menos a data de fato da realização do pleito.

Também vemos surgir comentários de que a Sra. Deputada Federal Rosinha da Adefal, vai "reassumir" a sua posição de Vice-presidente, para poder votar na eleição, isso depois de afastada por 2 anos e 8 meses de seu cargo (veja este link abaixo para entender melhor). 


Quanto a esta situação gostaria de inicialmente buscar entender o conceito de Oportunista, que é definido como aquele ou aquilo que tira proveito de uma situação em benefício de seus interesses, não necessariamente sendo algo que possa se caracterizar como uma ILEGALIDADE.

Estou certo que este não será o caso , pois compreendo a grande contribuição que a Deputada Rosinha da Adefal, tem dado ao movimento de pessoas com deficiência, visto que em seus discursos ala sempre se refere a esta luta como um compromisso de toda a sua vida. Vejam as palavras dela proferidas em sua posse na Câmara de Deputados, no último dia 18 de outubro, quando assumiu como Deputada Federal visto que estava como suplente pelo Estado de Alagoas:

Resultado de imagem para rosinha da adefal toma posse como deputada federal

“A luta pela inclusão da pessoa com deficiência e pelas causas da mulher, que mesmo com os avanços ainda têm muito a conquistar, fazem parte da minha vida e de toda a minha trajetória política, desde os movimentos sociais, passando pela Câmara Municipal de Maceió e durante minha primeira legislatura nesta Casa”.

Por isso entendo que ela não adotaria uma postura que poderia ser considerada "oportunista' , de após ficar afastada por 2 anos e 8 meses, voltar em uma única Assembleia , somente para "ser um voto a mais".

Mas quero também entender sobre a legalidade deste ato, caso seja adotado, por nossa nobre parlamentar e que mais uma vez quero registrar que no meu entender não será um ato que de fato será consumado. 

Neste caso me restaria buscar informações, especificamente na Corregedoria da Câmara dos Deputados para saber se , no papel de parlamentar se ela pode reassumir a Vice-Presidência de uma Organização, que inclusive recebe e recebeu RECURSOS PÚBLICOS, como por exemplo uma Emenda Parlamentar da própria Rosinha, certo que não foi de forma direta, mas repassada via Comitê Paralímpico e que chegaram a eventos e competições da CBBC. 

Vejam documento abaixo:


Creio que a Corregedoria poderá se manifestar à tempo de podermos entender melhor uma situação hipotética, que creio não ocorrerá.

Meu papel sempre foi de fazer o acompanhamento das ações da CBBC, buscando fazer críticas, como também apresentar propostas de melhorias.

Pois o que me move e me une a cada um de vocês é a nossa paixão pelo basquete!!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS À CBBC SOBRE O PROCESSO DE CONCESSÃO DO BOLSA ATLETA DO MINISTÉRIO DOS ESPORTES


Resultado de imagem para bolsa atleta logo












Amigas e Amigos do Basquetebol em Cadeira de Rodas Brasileiro,

Esta semana solicitei esclarecimentos a CBBC sobre o processo da concessão da bolsa atleta do Ministério dos Esportes aos nossos representantes do Basquete em Cadeira de Rodas contemplados pelo programa neste ano de 2016.

Meu esclarecimento tem como foco específico a informação se o Sr Paulo Cesar dos Santos -  o "Jatobá", que atualmente é Dirigente da CBBC está entre os contemplados , considerando que o regulamento do Bolsa Atleta do Governo Federal é claro quanto a "Vedação de concessão da Bolsa a Dirigentes das Entidades Nacionais". Esta vedação está descrita no item 3.8 do Edital nº 01 de 22 de março de 2016, do Programa Bolsa Atleta do Ministério dos Esportes.














Solicitei também ao Ministério dos Esportes uma cópia das declarações apresentadas pela CBBC em Abril deste ano dentro do processo de qualificação de nossos atletas para a habilitação dos mesmos no programa e que atestam as informações solicitadas pelo Governo Federal.

Conforme me foi informado a Confederação Nacional é responsável em declarar que dentre os contemplados não se tem DIRIGENTES.

Estarei aguardando estes esclarecimentos e tão logo tenha as referidas respostas a estas solicitações divulgarei à todos pelo meu blog.